Nova diretoria da SBEQ

7 04 2013

Semana passada, no VII EBEQ, foi eleita em assembléia a nova diretoria da Sociedade Brasileira para o Estudo de Quirópteros, gestão 2013-2015, composta pelos seguintes membros:

Presidente: Prof. Dr. Marco Mello (UFMG)

Vice-presidente: Dr. Marcelo Nogueira (UFRRJ)

Primeira Secretária: M.Sc. Ligiane Moras (UFMG)

Segundo Secretário: Dr. Isaac Lima (UFRRJ)

Tesoureiro: M.Sc. Luiz Falcão (UFMG)

 

Nossas secretarias especiais agora contam com os seguintes membros:

Secretaria de Divulgação Científica: B.Sc. Renata Muylaert (Unesp)

Secretaria de Atendimento ao Público: Dra. Adriana Rosa (CCZ-SP)

 

Nossas secretarias regionais sofreram poucas modificações:

Norte: Dra. Valéria Tavares (INPA)

Nordeste: M.Sc. Jorge Nascimento (ICMBio)

Centro-Oeste: M.Sc. Monik Oprea (UFG)

Sudeste: M.Sc. Adriana Rosa (CCZ-SP)

Sul: Prof. Dr. Henrique Ortêncio (UEM)

 

Os comitês científicos, que lidam com projetos de médio e longo prazo, continuarão com os atuais coordenadores:

Lista de morcegos do Brasil – Dr. Marcelo Rodrigues Nogueira

Status de conservação das espécies brasileiras – Prof. Dr. Marlon Zortéa

Educação – Dr. Ricardo Moratelli

Ética no uso de animais – Prof. Dr. Ariovaldo P. Cruz Neto

Áreas prioritárias para inventários de morcegos no Brasil – Prof. Dr. Enrico Bernard

 

Projetos (Coordenadores)

Estado da arte das coleções de quirópteros no Brasil – Prof. Dr. Renato Gregorin

 

Grupos de trabalho (Coordenadores)

GT de Anilhamento de morcegos no Brasil – Prof. Dr. Carlos Eduardo L. Esbérard

Diretrizes nas pesquisas com morcegos no Brasil – Dr. Ricardo Moratelli

 

Conselho Consultivo

Prof. Dr. Adriano L. Peracchi, Prof. Dr. Carlos E. L. Esbérard e Dr. Ricardo Moratelli

 

Nesta nova diretoria, esperamos aprofundar o trabalho iniciado na gestão anterior liderada pelo Dr. Ricardo Moratelli (Fiocruz), visando  ampliar a inserção da SBEQ e da quiropterologia brasileira em um contexto nacional e internacional. Nossa prioridade número 1 serão as conexões com outras sociedades científicas, universidades e institutos de pesquisa, além de organizações governamentais, organizações não-governamentais e organizações internacionais.

O foco principal da SBEQ daqui para frente estará na ciência, divulgação científica e ecopolítica. Queremos ajudar a desenvolver uma quiropterologia brasileira forte, internacionalmente relevante e capaz de se comunicar com o público geral e com os diversos atores do cenário ambiental. Com isso esperamos fazer avançar o conhecimento científico sobre morcegos, disseminar esse conhecimento por toda a sociedade e atuar na proteção aos morcegos e aos serviços ambientais a eles associados.

Considerando a criação do Programa para Conservação dos Morcegos Brasileiros (PCMBr) em 2007, associado à rede RELCOM, a SBEQ não atuará mais diretamente em educação ambiental e conservação, deixando essas áreas para o PCMBr, uma entidade independente com a qual manteremos cooperação.

Continuaremos apoiando a revista científica Chiroptera Neotropical, uma publicação independente editada pela Profa. Dra. Ludmilla Aguiar (UnB). A revista existe há quase 20 anos e tem tido um papel fundamental na consolidação da quiropterologia não apenas brasileira, como também sul-americana.

Entraremos em exercício a partir de maio. Esperamos honrar a confiança depositada em nós e nos comprometemos a dar o nosso melhor em prol do desenvolvimento da SBEQ e da quiropterologia brasileira. Esperamos fortalecer a SBEQ como uma sociedade científica atuante e impessoal, de forma que, no futuro, ela seja reconhecida por sua atuação e não pelos rostos que a compõe, sendo o todo muito maior do que a soma das partes.

 

Um forte abraço,

Prof. Dr. Marco Mello

Presidente eleito da SBEQ

 

PS: Continuaremos nos comunicando com nossos associados e com o público em geral através deste blog, do Facebook, do Twitter e do Yahoo!Grupos. Esperamos em breve colocar novamente online nosso domínio na internet e site oficial, assim como as contas de e-mail oficiais.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

7 04 2013
Rogerio Gribel

Desejo boa sorte no trabalho e que possam realmente contribuir para o melhor conhecimento dos morcegos no Brasil e, principalmente, a conservação de seus habitats e ecossistemas. abraços, Rogério Gribel

7 04 2013
Marco

Obrigado, Rogerio!




%d blogueiros gostam disto: